domingo, 15 de junho de 2008

Vacina Anti-Tetânica

Andreia Rocha, Enfermeira Graduada

Em época de grande corrida à vacina da gripe, considero oportuno falar um pouco sobre... vacina do tétano!

A vacina do tétano, ou vacina anti-tetânica foi incluída no Plano Nacional de Vacinação em 1965, altura a partir da qual começou a ser obrigatória em todas as idades. Desde então verificou-se uma grande redução na incidência desta doença, bem como no número de mortes por ela provocadas (Quadro 1).



O que é, então, o tétano?
O tétano é uma doença provocada por uma bactéria (Clostridium tetani), que pode viver durante anos na terra e nas fezes dos animais e que penetra no organismo de uma pessoa através de feridas contaminadas (Ex.: espinhos de rosas ou outras plantas, pregos ferrugentos, etc.).

Quais são os sintomas?
Cinco a dez dias após a contaminação, começam a surgir os primeiros sintomas, nomeadamente dificuldade em engolir ou falar, dores de cabeça, agitação, o chamado “riso fixo”.
O evoluir da doença vai provocar espasmos dolorosos em todos os músculos do corpo e o doente não consegue gritar nem falar devido à rigidez dos músculos do tórax e da garganta, o que o impede também de respirar com normalidade, levando à morte por asfixia.

O tétano tem tratamento?
Normalmente, cerca de metade dos casos de tétano evoluem para a morte, não havendo um tratamento específico e eficaz.
Podem administrar-se antibióticos para controlar a infecção e utilizar outras medidas terapêuticas para controlo dos sintomas que vão surgindo, mas estas não garantem a sobrevivência do doente.


Quem está sujeito a esta doença?
O tétano pode atingir qualquer pessoa, em qualquer idade e em qualquer profissão.

Como se previne?
Naturalmente que prevenir o tétano é muito melhor do que tratá-lo uma vez que se tenha manifestado.
A vacina é o único meio eficaz e seguro para evitar o tétano. Infelizmente, muitas pessoas ainda não estão vacinadas contra o tétano e continuam, nos dias de hoje, a existir mortes por tétano em Portugal.
Por esta razão, compete-me aqui deixar um apelo: VACINE-SE!
Dirija-se ao seu Centro de Saúde, ao seu (ua) enfermeiro(a) e informe-se.
A vacina é eficaz, gratuita, e para todas as idades!

CENTRO DE SAÚDE DE EIRAS
TELF. 239499500

1 comentário:

Marcelo disse...

Existe algum problema em beber álcool um dia após a aplicação da antitetânica?